A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

31/03/2015

Só Tenho Mágoa Por Pizzi e André Almeida

31/03/2015 + 3 Comentários
QUE SÃO FUTEBOLISTAS COM QUALIDADE PARA JOGAR NA VERDADEIRA E FORAM DESLOCADOS PARA O EMBUSTE DA AMOREIRA FICANDO PARA A HISTÓRIA LIGADOS A ESTE ENCONTRO E RESULTADO.


Pizzi foi o 139.º jogador do Benfica a jogar por Portugal e André Almeida já contabilizava sete internacionalizações como o 136.º Glorioso a representar Portugal.




O ex-País Colonial Portugal queria «humilhar»* a ex-colónia de Cabo Verde e acabou «humilhado» na Metrópole. Escreveu-se direito por linhas tortas, pois Cabo Verde foi A (38.ª melhor) e Portugal pseudo-A (7.ª melhor, a "verdadeira").

* «humilhar» em sentido não premeditado, sem intenção. Apenas por negligência e desprezo desportivo pelo adversário pensando que os reservistas da potência europeia chegavam para vencer caboverdianos a jogar em clubes europeus de segunda linha!


Alberto Miguéns

NOTA: Jornalistas da treta. Já falam que se fosse a equipa principal.... Será que há uma selecção nacional A principal e outras A secundárias!?
Ler Mais ►

Uma Semana Bem Preenchida do Basco?

+ 3 Comentários
COMEÇA NA SEGUNDA-FEIRA DE MANHÃ, PARA QUE-LATA-DO-PEGUI, EM REUNIÃO NA SAD'A DO FCP APRENDA OS VALORES DA ESTRUTURA!


Os comunicadores portistas dizem-lhe "Vais falar de árbitros toda a semana". Ele avisa: "Mas o chefe de caixa não disse que isso é para estúpidos e burros?!"

Os comunicadores avisam-no: "Porqué non te callas!" No FC Porto é assim que ganhamos e conquistamos títulos. Uns atrás de outros como o quetechápe! Tens de envolver-te na cultura vencedora do Clube. A "saber" pressionar os árbitros!

Segunda-feira (à tarde)
Não podem ser os árbitros a decidir os campeonatos!

Terça-feira
Não podem ser os árbitros a decidir os campeonatos!

Quarta-feira
Não podem ser os árbitros a decidir os campeonatos!

Quinta-feira
Não podem ser os árbitros a decidir os campeonatos!

Sexta-feira
Não podem ser os árbitros a decidir os campeonatos!

Sábado
Não podem ser os árbitros a decidir os campeonatos!

Domingo
Não podem ser os árbitros a decidir os campeonatos!

Chama-se a isto um criativo espanhol arraçado de basco! Calem o ombre! Sem h. Para ter H tinha de ser homem e deixar de ser um pau-mandado!

Alberto Miguéns



NOTA: Eu vi a entrevista, de Júlio Magalhães e Rui Cerqueira, em directo no Porto Canal. Tal como os comentários (antes e depois) por Bernardino Barros e Cândido Costa (ex-futebolista)

Infelizmente como não gosto de "enfiar a cabeça na areia" considero que o Porto Canal serve melhor os interesses (ideológicos e estratégicos) do FC Porto que a BTV os do Benfica. Tal como a revista Dragões que leio/vejo todos os meses em relação com a nossa Mística.

O que espanta é porque é que o SLB não quer fazer melhor que o FCP. Isso sim espanta, mesmo tendo em conta que o Benfica é obrigado a transmitir os jogos do Clube pois SportTV e FC Porto são a mesma face do polvo!
Ler Mais ►

Selecção A? A Farsa da Amoreira

+ 2 Comentários
O JOGO N.º 559 VAI SER UMA MENTIRA DO TAMANHO DOS JOGOS N.º 36, 38, 186 e 464. EMBUSTES.


A selecção serve para muitas coisas, sendo utilizada para propaganda e objectivos políticos de angariação de fundos sem fundo!

Serviu para o ditador espanhol Francisco Franco promover os territórios conquistados
Durante a Guerra Civil de Espanha fazendo-se passar por Espanha antes de o ser. Em Portugal conta tudo! Menos o que devia contar!

Serviu para ir ao Brasil defrontar o Brasil
Mas afinal defrontar uma selecção de Goiás! Uma selecção estadual. Em Portugal conta tudo! menos o que devia contar!

Serviu para sacar umas ma$$as do petróleo árabe
Ir ao Kuwait defrontar o plantel de um clube sem os estrangeiros e Portugal ficar no palmarés desse clube, o Al-Salmiyah. Deixar-se utilizar e abusar! Em Portugal conta tudo! menos o que devia contar!


Depois há a substância
Continuo sem perceber porque é que os adeptos do futebol aceitam que qualquer joguinho particular conte para o palmarés dos países e dos futebolistas e os jogos para competições oficiais dos clubes não sejam considerados. Com esta chicoesperteza transformam-se os jogos das selecções em acontecimentos maus importantes que os jogos dos clubes. Os jogos particulares dos clubes são de segunda, enquanto que os jogos particulares das selecções são de primeira. São os adeptos que embarcam nesta mentira. Não há jogos oficiais e particulares. Há jogos de futebol para competições oficiais e não oficiais. As competições é que podem ser ou não oficiais. Os jogos são apenas jogos de futebol. E os das selecções não são mais importantes que os dos clubes.

Aberrações aos milhares
Quer dizer! Num jogo particular entre as selecções de Gibraltar e da Eslováquia valida-se a ocorrência (existência), internacionalizações e golos (ver aqui). Um jogo entre dois Clubes Míticos: SL Benfica e AC Milan (ver aqui) para uma competição de homenagem a um dos melhores futebolistas mundiais de sempre e o melhor jogador de futebol português em toda a história da modalidade em Portugal...não existe. Foi um jogo recreativo! Uma brincadeira! Para cobrar uns bilhetes de entretenimento!


Os media assumem-se massa associativa nacional
1. Primeiro os jornais, depois juntaram-se as rádios, a seguir as televisões e actualmente tudo o resto que forma os media sempre assumiram estar para a selecção nacional como os simpatizantes para os clubes. Por isso aproveitam tudo o que se relaciona com a selecção nacional para lhe dar apoio. Até aproveitar as primeiras páginas para achincalhar os adversários. Há alguns que até dizem (por exemplo, Rui Santos dixit) que o pior do futebol são os adeptos dos clubes que não se interessam pelo jogo mas sim pelos clubes. Gostam é dos clubes e menos do futebol, pois se gostassem do futebol entusiasmavam-se com o jogo e desejavam que o melhor em campo vencesse. Com a selecção já não dizem o mesmo. Os media apoiam inequivocamente Portugal contra tudo e todos. Mandam a suposta deontologia para o modo: pausa (enquanto a selecção joga). Por isso aproveitam tudo: em qualquer jogo há internacionalizações e galerias de ilustres que necessitam de engordar com números. Coitadinhas das selecções! Jogam tão poucos encontros quando comparadas com os malvados clubes;
2. Há ainda o factor simplicidade. Ao contrário dos clubes sabe-se quando se iniciaram os jogos (para Portugal foi em 18 de Dezembro de 1921). Além dos jogos serem publicitados e oferecidos a comunicação social sempre serviu para a promover, por isso são-lhe oferecidos jogos e treinos.

Para promover as selecções a FIFA/UEFA
Andam a mexer com os sentimentos nacionalistas. Fazem crer que um jogo de futebol é uma batalha entre dois países para ver qual é superior. Tudo isto para encherem os estádios, as televisões de espectadores e as grandes competições com abonados patrocinadores. É rara a jornada em que não há problemas num desses jogos. Quem semeia ventos colhe tempestades. No futuro vai haver uma desgraça. Nem vai dar para separar rivalidades por diferentes grupos tantas vão ser elas.

Quantos dos 12 estreantes vão um dia jogar mesmo numa selecção A? Quantos dos onze que já não são utilizados na verdadeira A vão um dia regressar à selecção nacional?
NOTA: André Almeida tem sete internacionalizações. A Bola a errar como é habitual

Quero uma fotografia dessa "selecçãozita A" para memória futura!

Alberto Miguéns


PLANO PARA AS EDIÇÕES DESTA SEMANA
(provisório como é evidente)
De 1 a 9 de Abril de 2015 (Sempre à meia-noite)
Quarta-feira (de 31 para 01): Luisão não tem culpa!;
Quinta-feira (de 01 para 02): Benfica tão brilhante que se vê no escuro;
Sexta-feira (de 02 para 03): Taça da Liga: melhor do que a pintam;
Sábado (de 03 para 04): Vem aí o CD Nacional;
Domingo (de 04 para 05): E depois do CD Nacional?;
Segunda-feira (de 05 para 06): Rola e enrola;
Terça-feira (de 06 para 07): Já cá faltava eu!
Quarta-feira (de 07 para 08): Mentiras Oficializadas by SLB;
Quinta-feira (de 08 para 09): O Mais Belo e Inigualável 138

Ler Mais ►
30/03/2015

Um Sonho Lindo Benfica!

30/03/2015 + 12 Comentários
EM ITÁLIA O VOLEIBOL CONTINUA A SAGA EUROPEIA ELEVANDO A GLÓRIA DO BENFICA.


O facto do jogo não ter transmissão por televisão obrigou-me a usar a tecla F5 até à exaustão. Além disso permitiu-me regressar à adolescência (1,82 metros/64 quilograma mal medidos) quando voleibolista júnior da AA Liceu Gil Vicente. É que como passava a maior parte da temporada lesionado era eu quem fazia o registo estatístico da evolução pontual em cada parcial. Naquele tempo em papel podendo agora transformá-las em computador. É isso que pretendo fazer na próxima hora. Regressando a 1977, mas com o "Glorioso". Bem diferente daqueles equipamentos horrorosos verdes com mangas brancas que me obrigavam a usar uma camisolinha vermelha de alças entre eles e a pele mesmo no Verão!


Na final o Benfica vai ter de assumir o favoritismo
O Benfica eliminou o vencedor da fase a pontuar do campeonato sérvio, Partizan Vizura Belgrado com um duplo 3-1.

O CMC Ravenna eliminou o segundo classificado da fase a pontuar do campeonato sérvio, FK Estrela Vermelha, perdendo por 3-2 em Belgrado e conseguindo vencer por 3-0 em Forli.


Na final o Benfica defronta o terceiro classificado na primeira fase do campeonato sérvio. Não há volta a dar. Concentração máxima, pois não se pode deitar fora o que tanto custou a conquistar!


Um, dois e três
Nas 132 edições já realizadas, repartidas por três competições, os clubes transalpinos conquistaram 61 troféus, ou seja, 47 por cento dos troféus europeus. O actual líder do campeonato italiano (EDV Trentino) vai jogar a final da Taça CEV. Alguém ainda tem dúvidas acerca da capacidade dos clubes italianos nas competições europeias?

ÚLTIMAS DEZ ÉPOCAS/ CLUBES A CONQUISTAR COMPETIÇÕES EUROPEIAS DE VOLEIBOL (CEV)
Época
Taça Challenge
Taça CEV
Liga Campeões
Clube
País
Clube
País
Clube
País
2004/05
ASV Lube
ITÁ
Olympiakos SP
GRÉ
Tours VB
FRA
2005/06
ASV Lube
ITÁ
CP Piacenza
ITÁ
VS Treviso
ITÁ
2006/07
VK Fakel
RÚS
ACH Lubliana
ESL
VfB Friedrich V.
ALE
2007/08
PM Modena
ITÁ
M. Roma VC
ITÁ
VK Zenit Kazan
RÚS
2008/09
AS Esmirna
TUR
VK Belgorod
RÚS
EDV Trentino
ITÁ
2009/10
UV Perugia
ITÁ
Piemonte VC
ITÁ
EDV Trentino
ITÁ
2010/11
ASV Lube
ITÁ
VS Treviso
ITÁ
EDV Trentino
ITÁ
2011/12
AZS Chestozóva
POL
FKD Moscovo
RÚS
VK Zenit Kazan
RÚS
2012/13
CP Piacenza
ITÁ
Halkbank SK
TUR
VKL Novosibirsk
RÚS
2013/14
Fenerbahçe SK
TUR
Paris VC
FRA
VK Belgorod
RÚS
2014/15
SL BENFICA
POR
EDV Trentino
ITÁ
VK Zenit Kazan
RÚS
Vojvodina NS
SÉR
Dínamo Moscovo
RÚS






TOTAIS
POR
PAÍS
ITÁLIA
URSS/RÚSSIA
TURQUIA
POLÓNIA
FRANÇA
ALEMANHA
HOLANDA
25
3
2
1
1
1
1







(34)
ITÁLIA
URSS/RÚSSIA
FRANÇA
GRÉCIA
REP. CHECA
BULGÁRIA
ROMÉNIA
HOLANDA
BÉLGICA
PORTUGAL
UCRÂNIA
ESLOVÉNIA
TURQUIA
18
9
3
2
2
1
1
1
1
1
1
1
1

(42)
URSS/RÚSSIA
ITÁLIA
ROMÉNIA
REP. CHECA
FRANÇA
POLÓNIA
BULGÁRIA
ALEMANHA
RDA*
*Alemanha de
Leste
22
18
6
4
2
1
1
1
1





(56)


Uma análise ao jogo (que é até agora o mais importante na historia do Glorioso Voleibol) que se estreou em campo há 76 anos, em 31 de Maio de 1939.
Simples porque a estatística no voleibol é que não engana... mesmo!

PRIMEIRO PARCIAL (INCAPACIDADE)

SL BENFICA
Nulo
CMC Ravenna
+ 3
+ 2
+ 1
=
+ 1
+ 2
+ 3




0-1




2-1
1-1





3-2
2-2





4-3
3-3






4-4
4-5
4-6
4-7





5-7
5-8




7-8
6-8





8-9
7-9



11-10
10-10
9-10
8-10




11-11
11-12




13-12
12-12






13-13
13-14
13-15





14-15
14-16





15-16
15-17




17-17
16-17






17-18
17-19




19-19
18-19





20-20
19-20






20-21





21-21
21-22
21-23




23-23
22-23






23-24
23-25


O primeiro parcial correu sempre do lado do adversário
O "Glorioso" nunca teve uma vantagem superior a um ponto (cinco vezes) com o CMC Ravenna por duas vezes a conseguir vantagens de três pontos (4-7 e 5-8). Mesmo assim o Benfica com mérito de não ter permitido quatro pontos de vantagem fazendo o 5-7. Um parcial equilibrado com o Benfica a conseguir fazer apenas uma série de três pontos consecutivos, do 9-10 ao 11-10! Os italianos responderam, bem, ao 0-3, conseguido pelo Benfica na 1.ª mão. O que só vai valorizar os parciais que se vão seguir.

SEGUNDO PARCIAL (PERDER MUITO MAL)

SL BENFICA
Nulo
CMC Ravenna
+ 5
+ 4
+ 3
+ 2
+ 1
=
+ 1
+ 2
+ 3




1-0









1-1
1-2
1-3
1-4






3-4
2-4







4-5
3-5




8-6
7-6
6-6
5-6
4-6





8-7
8-8







9-8
9-9





12-9
11-9
10-9




15-10
14-10
13-10
12-10






15-11
15-12







16-12
16-13
16-14







17-14
17-15







18-15
18-16






20-16
19-16







21-17
20-17






23-18
22-18
21-18







23-19
23-20
23-21
23-22







24-22
24-23
24-24
24-25







25-25
25-26
25-27


Incrível como o Benfica perdeu o segundo parcial
Correu praticamente todo do lado do "Glorioso". Tirando a parte inicial com o adversário a prolongar o domínio no seguimento da vitória no primeiro parcial. O Benfica esteve excelente na reviravolta passando de uma desvantagem de três pontos (a mais desfavorável no parcial, 1-4) para uma vantagem de dois pontos (8-6) na primeira paragem técnica. Foram quatro pontos consecutivos (5-6 para 8-6) respondendo os quatro pontos consecutivos iniciais do adversário (1-1 para 1-4). O jogo passou a correr todo do nosso lado até termos por duas vezes (15-10 e 23-18) vantagens de cinco pontos. A última já não permitiria perder o parcial. Ao Benfica ficaram a faltar dois pontos e ao CMC Ravenna...sete! O SLB teve aos 24-22 e 24-23 oportunidades de ouro para fechar o parcial e conseguir vencer o primeiro dos dois necessários para afastar os italianos. Mas soçobrou passando a perder por 0-2! Temi o pior. Pensei cá para os meus botões. Se o Benfica conseguir dar a volta vou chatear os leitores do blogue com análises estúpidas a cada parcial. Cá estou eu a cumprir a promessa e os leitores a desesperarem!

TERCEIRO PARCIAL (À CAMPEÃO)


SL BENFICA
Nulo
CMC Ravenna
+ 6
+ 5
+ 4
+ 3
+ 2
+ 1
=
+ 1
+ 2
+ 3







0-1








1-1
1-2








2-2
2-3
2-4








3-4
3-5
3-6






6-6
5-6
4-6







7-7
6-7









7-8
7-9
7-10






10-10
9-10
8-10







11-11
10-11






14-12
13-12
12-12
11-12







14-13
14-14








15-14
15-15






18-15
17-15
16-15








18-16
18-17





22-17
21-17
20-17
19-17





24-18
23-18
22-18








24-19
24-20








25-20









Um parcial extraordinário. Digno de um campeão
O CMC Ravenna entrou para vencer o jogo por 3-0, igualar a eliminatória e obrigar a um parcial dourado até aos 15 pontos! Chegou a ter, por duas vezes, vantagens de três pontos (3-6 e 7-10). Foi aqui que os Gloriosos Voleibolistas começaram a ganhar a final. Três pontos consecutivos (8-10 a 10-10) colocaram tudo igual, a 10 pontos. Depois foram três levas que colocaram o jogo, até aí do lado do adversário, para passar a correr do lado do "Glorioso": três pontos consecutivos (12-12 a 14-12), mais três pontos consecutivos (16-15 a 18-15) e quatro pontos consecutivos para praticamente fechar o parcial (19-17 a 22-17). O Benfica não podia falhar, a 24-18, como tinha falhado no anterior parcial a 23-18! Mas o CMC Ravenna é uma grande equipa. Foi buscar dois pontos consecutivos, de 24-19 e 24-20, para o Benfica dar o golpe final e fechar o parcial com cinco pontos de vantagem, depois de ter perdido por dois os dois primeiros: 23-25 e 25-27! Cinco! Os italianos ficaram arrasados, pois perceberam que o Benfica era melhor. Já o tinha demonstrado no segundo parcial, confirmava-o neste! Que orgulho no Benfica!

QUARTO PARCIAL (GOLEADA)


SL BENFICA
Nulo
CMC Ravenna
+ 7
+ 6
+ 5
+ 4
+ 3
+ 2
+ 1
=
+ 1
+ 2
+ 3




3-0
2-0
1-0









3-1
3-2









4-2
4-3









5-3
5-4







8-4
7-4
6-4








9-5
8-5








11-6
10-6
9-6









11-7
11-8
11-9







14-9
13-9
12-9









14-10
14-11








16-11
15-11










16-12
16-13
16-14









17-14
17-15







20-15
19-15
18-15








21-16
20-16









22-17
21-17







25-18
24-18
23-18
22-18








Espantoso parcial que era o que podia permitir o acesso à final
O Benfica nunca esteve em desvantagem, nem sequer empatado. O jogo decorreu totalmente do lado vermelho. Foram seis sequências de três pontos consecutivos que deixaram os opositores "pregados" ao campo! Como vagas em direcção à praia! Voleibol surfista! De 1-0 para 3-0 (vantagem de três pontos), de 6-4 para 8-4 (vantagem de quatro pontos), de 9-6 para 11-6 (vantagem de cinco pontos), de 12-9 para 14-9 (vantagem de cinco pontos), de 18-15 para 20-15 (vantagem de cinco pontos) e de 23-18 para 25-18 (vantagem de sete pontos!). Sem mácula. Com 2-2 em parciais, depois de 3-0 no pavilhão 2 da Cidade Desportiva do Benfica o "Glorioso" está pela primeira vez numa final europeia em Voleibol. Com um parcial irrepreensível no terreno do adversário, um dos melhores clubes do Mundo, a competir no principal campeonato europeu!  

QUINTO PARCIAL (CONFIRMAÇÃO)

SL BENFICA
Nulo
CMC Ravenna
+ 8
+ 7
+ 6
+ 5
+ 4
+ 3
+ 2
+ 1
=
+ 1
+ 2
+ 3







1-0
1-1








4-1
3-1
2-1









5-2
4-2









7-3
6-3
5-3








9-4
8-4
7-4







12-5
11-5
10-5
9-5







14-6
13-6
12-6










14-7
14-8
14-9
14-10










15-10









Força anímica para vencer o jogo
E o impensável aconteceu. O Benfica não só eliminou o CMC Ravenna como foi vencer o jogo a Forli! Verdadeiramente épico! Um parcial fantástico. O "Glorioso" podia ter dado "capote" a 14-6 mas os italianos num assomo de dignidade e respeito conseguiram fazer quatro pontos consecutivos pela segunda vez no jogo, passando de 14-7 para 14-10.  A primeira tinha ocorrido no já, longínquo, primeiro parcial. O "Glorioso" fechou a 15-10, com cinco pontos de vantagem! Não foram nove (em 15) que seria algo inacreditável numa competição europeia mas os cinco de avanço ilustram a capacidade de vencer do plantel. A final é já ali! Sem deslumbramento mas com um passaporte cheio de carimbos bem elucidativos: dez vitórias consecutivas, tendo em conta que a entidade organizadora não considerou a ausência do CV Andorra desistência mas sim dupla falta de comparência!



Honra ao CMC Ravenna, Glória ao SL Benfica!
Derrotámos um grande opositor. Talvez o melhor resultado de sempre do Voleibol português, em termos de jogo. Em termos de títulos (que é o que conta) a conquista da segunda competição europeia pelo SC Espinho é o patamar que o SL Benfica deve tentar. Esta época vencendo a terceira competição em grau de dificuldade (Taça Challenge) e o campeonato nacional, para em 2015/16 participar na segunda competição, a Taça CEV!


O atacante Flávio Cruz esteve intratável com 18 pontos dos 86 do Benfica, pois 27 foram obtidos com erros dos adversários

Não é fácil simplificar competições numa modalidade como o Voleibol (com várias mudanças e pouca visibilidade em Portugal)
Aqui vai a tentativa do Em Defesa do Benfica. Que seja conseguida.

PARTICIPAÇÕES DO "GLORIOSO" NAS COMPETIÇÕES EUROPEIAS DA CEV
TCE - Taça dos Clubes Campeões Europeus (59/60-99/00)/ / Liga dos Campeões Europeus (00/01-07/08)/ Liga dos Campeões da CEV (08/09-14/15)
TVT - Taça dos Clubes Vencedores das Taças (72/73-99/00)/ Taça dos Clubes de Topo (00/01-06/07)/ Taça CEV (07/08 - 14/15)
Chal - Taça CEV (80/81-06/07)// Taça Challenge (07/08 - 14/15)

RESULTADOS DO SL BENFICA
Épo
ca
Cmp
Pré-Eliminatória
16-avos-final
8-avos-final
Quartos-final
Meias-finais
Clube
País
Clube
País
Clube
País
Clube
País
Clube
País
74/
75
TVT
2


AS
Univ. Bruxelas
BÉL



C/F D 1-3/ D 0-3
76/
77
TVT
2

Sokol Viena
ÁUS
C/F V 3-2/ D 1-3
78/
79
TVT
2

Aris Bonnevoie
LUX
Rembert Torhout HVC
BÉL
F/C V 3-0/ V 3-0
C/F D 0-3/ D 2-3
81/
82
TCE
1
Olympiakos CFP
GRÉ


C/F D 0-3/ D 0-3
88/
89
TVT
2


Guaguas Las Palmas
ESP
C/F D 0-3/ D 1-3
90/
91
TVT
2

VC Mamer
LUX
VBK Kungalv
SUÉ
  GRUPO  A

4.º lugar: 6 J - 6 D
C/F V 3-0/ V 3-1
C/F V 3-0/ D 1-3
91/
92
TCE
1
Lausanne UCV
SUÍ
VK Partizan
 Belgrado
JUG


F/C D 1-3/ V 3-0
C/F D 1-3/ V 3-2
92/
93
TVT
2


SJ Sória
ESP
C/F V 3-2/ D 0-3
93/
94
CEV
3
SJ Sória
ESP

C/F D 2-3/ D 0-3
05/
06

TCT
2
OK Vojvodina
SER e MON
VCM Constanta
ROM
VB Kazinc
HUN
Amar Palma
ESP
C/F D 2-3/ D 1-3
F/C D 0-3/ V 3-0
C/F V 3-1/ v 3-2
F/C D 0-3/ D 1-3
14/
15
Chl
3

CV Andorra
ESP
VK Partizan
 Belgrado
SÉR
Fte Bastardo
POR
Alexandrópolis
GRÉ
CMC Ravenna
ITÁ
F/C V 3-0/ V 3-0
F/C V 3-1/ V 3-1
C/F V 3-2/ V 3-0
C/F V 3-0/ V 3-2
C/F V 3-0/ V 3-2
NOTA: Em 1990/91 os quartos-de-final foram disputados por dois grupos que apuravam os dois primeiros para se cruzarem, nas meias-finais, para apurar os finalistas. No Grupo A, o SLB teve como adversários: Knack V Roeselare (Bélgica), Panathinaikós VC (Grécia) e Fréjus VB (França);

Em 2005/06 na Taça Clubes de Topo o SLB entrou directamente para os oitavos-de-final que foram disputados por quatro grupos que apuravam os dois primeiros para os quartos-de-final. No grupo C (com Vojvodina Novolin Novi Sad, Vegyesz Kazincbarcika e VCM Constanta) o "Glorioso" classificou-se em 2.º lugar;

Em 2014/15 a Confederação Europeia de Voleibol não considerou (ver aqui) desistência da competição por parte do CV Andorra, mas sim Falta de Comparência atribuindo ao "Glorioso" dupla vitória por 3-0 (25-0; 25-0; 25-0)


Um capitão À Benfica. Dentro e fora do campo. Irrepreensível. O Oposto Hugo Gaspar a honrar o "Manto Sagrado" com 22 pontos!
Reencontro em Novi Sad
O Benfica volta a jogar com o adversário que o derrotou, duas vezes, em 2005/06. 



DOIS JOGOS COM VOJVODINA NOVI SAD
O Benfica jogou duas vezes com o adversário da final. Em 26 de Outubro de 2005 no pavilhão n.º 2 na nossa Gloriosa Cidade Desportiva com D 2-3 21 de Dezembro de 2005 no terreno do conjunto sérvio (nessa época representante da Sérvia e Montenegro) com D 1-3.


              NOTAS: As pontuações por voleibolista são da minha responsabilidade (recolha directa); 
                            si - sem informação

Uma nota final
Eclectismo efectivo mais do que ter muitos títulos e praticar muitas modalidades é essencialmente respeitar o desporto. Um clube pode ter muitas modalidades num dado momento, deixar de as ter, voltar a ter e passar a sua história nisto, tipo "pisca-pisca desportivo"! Outro "assunto" é o que o Benfica tem feito, praticando ininterruptamente a maior parte das modalidades desde que surgiram em Portugal. Atletismo (2 de Dezembro de 1906), Ginástica (6 de Janeiro de 1912), Hóquei em Patins (1916 como Secção/ 3 de Junho de 1917 em competição), Râguebi (26 de Dezembro de 1924), Basquetebol (20 de Março de 1927), Ténis de Mesa (29 de Janeiro de 1928) e Bilhar (2 de Novembro de 1938). Depois há uma modalidade "tardia" mas ininterrupta: Futsal (13 de Setembro de 2001). E duas modalidades que já sofreram interrupções "ligeiras" (três temporadas): Andebol (desde 8 de Maio de 1932) e Voleibol (desde 31 de Maio de 1939). A interrupção desta é a mais difícil de digerir pois enquanto a do Andebol ocorreu em 1939/40, 1940/41 e 1941/42, ainda no tempo do Andebol de Onze, a interrupção no Voleibol foi "ontem", entre 1994/95 e 1996/97. Com o presidente que tomou a decisão (Manuel Damásio) a ser avisado para não o fazer pois interrompia uma modalidade que competia desde 1938/39 ininterruptamente podendo retirá-la do primeiro escalão e inscrever os juniores de 1994/95 como seniores em 1995/96 no campeonato Distrital/ III Divisão. Fez "orelhas moucas" e ficará na Gloriosa História como quem causou dolo ao eclectismo! Melhor esteve Vale Azevedo que não querendo suportar os custos elevados do Andebol retirou a equipa sénior do primeiro escalão (1998/99) inscrevendo-a no campeonato distrital (1999/2000). Pelo menos não foi teimoso e incompetente (para não lhe chamar o que me apetecia...) como o presidente anterior!

Gloriosíssimo

Alberto Miguéns


NOTA (13:30 horas): Come se esperava os chamados "jornais diários desportivos" deviam chamar-se "jornais diários futeboleiros". Se fosse uma selecção nacional (mesmo a do Voleibol) ou um tipo qualquer do ténis merecia destaque na primeira página. Como foi o voleibol do Benfica, foi ignorado.

A "capa" mais estúpida do Mundo!
Um dia, lá para...2113 ainda vão comemorar que uma portuguesa conquistou o Torneio de Wimbledon!
PLANO PARA AS EDIÇÕES DESTA SEMANA
(provisório como é evidente)
31 de Março a 9 de Abril de 2015 (Sempre à meia-noite)
Terça-feira (de 30 para 31): Jogos particulares de primeira e segunda!;
Quarta-feira (de 31 para 01): Luisão não tem culpa!;
Quinta-feira (de 01 para 02): Benfica tão brilhante que se vê no escuro;
Sexta-feira (de 02 para 03): Taça da Liga: melhor do que a pintam;
Sábado (de 03 para 04): Vem aí o CD Nacional;
Domingo (de 04 para 05): E depois do CD Nacional?;
Segunda-feira (de 05 para 06): Rola e enrola;
Terça-feira (de 06 para 07): Já cá faltava eu!
Quarta-feira (de 07 para 08): Mentiras Oficializadas by SLB;
Quinta-feira (de 08 para 09): O Mais Belo e Inigualável 138
Ler Mais ►
Em Defesa do Benfica no seu E-mail