A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

25/05/2017

Futebol em Portugal de 1938 é Mais Moderno que 2017!

25/05/2017 + 9 Comentários
A INACREDITÁVEL INCOERÊNCIA EXTRA-BENFICA RECUANDO A 1938.

Apesar de Ricardo Ornelas (ou do linotipista que compôs o texto na tipografia!) ter trocado 1938-39 por 1939-40 a segunda frase, curta e certeira, diz tudo! Retirada do seu livro de 1950 "Números e Nomes do Futebol Português"

Em 1938 porque foi quando se decidiu que o «campeonato de Portugal» passaria a ser, correctamente designado, como «Taça de Portugal». 

Aquilo que na época foi considerado normal e bem-vindo, pois há muito que os jornalistas reclamavam da existência de competições mal designadas, em 2017 - 79 anos depois - é motivo de uma controvérsia sem nexo e absurda.

Quem ler os jornais de 1938 ou 1939 percebe que a alteração do nome da competição não causou controvérsia nem desconfiança. Antes pelo contrário. Nesses anos foi vista como a reposição da verdade. O «campeonato de Portugal» nunca fora um campeonato mas sim uma Taça a eliminar. E os jornalistas que há anos mostravam (escreviam) a sua indignação perante tão grande incongruência finalmente viam reconhecida como justa a sua indignação.

Para não ser exaustivo colocando aqui listas atrás de listas de vencedores que são exactamente iguais deixo exemplos retirados de vários jornais. São oito, mas podiam ser vinte! A multiplicar por uma trintena de anos depois de 1938!

"Sporting"

Para o histórico jornal desportivo portuense (depois desta notícia digitalizada a minha homenagem) em 1940 continuava tudo em ordem "o Quadro de Honra da Taça, antigo Campeonato de Portugal ":



Um jornal (em forma de revista/pequena dimensão) histórico e importante, até fundamental, para conhecer a História do Futebol em Portugal e ratificar - comparando com os de Lisboa - os jogos do "Glorioso" na cidade do Porto. A minha homenagem neste blogue, publicando a digitalização da ficha dele que fiz aquando da pesquisa dos jogos do Benfica, em finais dos anos 80, na BNP (Biblioteca Nacional).

(clicar sobre a digitalização para obter melhor visualização)



"Os Sports"

Em 1939, o início de um magnífico texto daquele que é, para mim, o melhor jornalista desportivo de sempre, Ricardo Ornelas. E li reportagens acerca de desporto desde o século XIX. Rigoroso, combatente, por isso de causas (entre elas, a má designação das competições desde 1921/22 e até 1934/35 a inexistência de um verdadeiro campeonato nacional em Portugal), publicou muito (mesmo livros) tudo bem feito e com valor fidedigno. A frase à Ornelas (sucinta, exacta e certeira) diz tudo: «"Taça de Portugal" sucedânea directíssima do "campeonato de Portugal"». Repito o inequívoco termo orneliano: directíssima! Tudo dito!

(clicar sobre a digitalização para obter melhor visualização)



"Diário de Lisboa" 


Em 1944, António Ribeiro dos Reis que tinha uma vida de jornalista e de Benfiquista (sucedeu a Cosme Damião como capitão-geral em 1926) a "lutar" contra a má designação da competição não deixa margem para dúvidas nas páginas do jornal "Diário de Lisboa". Que até pode ser lido na "rede global" (clicar).



"Norte Desportivo" 

Em 1952, aquele que se tornou o jornal desportivo de referência na cidade do Porto continuava a listar os vencedores do campeonato de Portugal como antecessores dos vencedores da competição designada como "Taça de Portugal".



"Mundo Desportivo"

Em 1948, na continuação de "Os Sports" já com o nome aportuguesado para "Mundo Desportivo" na crónica de Alberto Freitas não se fazia distinção pois a competição era a mesma. Escreveu acerca da final de 1948 recordando as anteriores finais entre os dois clubes, em 1933, 1936 e 1941. Em 1948 foi a quarta vez que se encontraram na final da competição. Tudo normal, pois "anormal" seria separar o que a FPF decidiu, em 1938. Alterar apenas a designação e não criar uma nova competição.

(clicar sobre a digitalização para obter melhor visualização)


Jornal "Mundo Desportivo"; 2 de Julho de 1948; Páginas 6 e 7 (excertos)

"O Século"


Em 1939 (19 de Junho), na crónica de "O Século", Cândido de Oliveira é explicito. A equipa da Associação Académica de Coimbra estava pela segunda vez na final da "Taça de Portugal"! E quando foi a primeira? Em 1923! Na segunda edição da competição ainda designada "campeonato de Portugal".



"A Bola"

Em 1945, no seu primeiro ano de existência, mas seria assim por muitos mais com os seus principais fundadores vivos - António Ribeiro dos Reis e Cândido de Oliveira - a listagem dos vencedores e vencidos não deixava margem para qualquer dúvida. Depois, algumas décadas a seguir, em "A Bola" decidiram fazer revisionismo! Mas ninguém pode "culpar" os fundadores do jornal de não saberem escrever e "falar" daquilo que conheciam. E de deturparem o significado das competições, ignorando o que se passara em 1938. Eles, tal como Ricardo Ornelas e Tavares da Silva, entre outros - tinham "obrigado" os poderes do futebol português a darem o nome certo às competições, em vez do "faz-de-conta-que-é"!




Em 1953, como é evidente "A Bola" ainda não tinha feito revisionismo, pois Cândido de Oliveira faleceu em 1958 e Ribeiro dos Reis em 1961. Deixo mais uma digitalização (mas não devia, pois tecnicamente um blogue não suporta tanto "peso"). Podia deixar - em teoria...pela razão atrás apontada - uma centena de digitalizações de todos os jornais contemporâneos da alteração de 1938. E até mesmo "A Bola" que é posterior. É de 29 de Janeiro de 1945!

(clicar sobre a digitalização para obter melhor visualização)



"O Benfica"

Em 1944, o actual jornal desportivo mais antigo de Portugal sabia do que escrevia. Tinha assistido à mudança de designação e ao porquê da mesma.




A "lata" que existe em querer criar confusão 79 anos depois da normalidade! Como se prova com jornais de épocas próximas da mudança de designações.

Alberto Miguéns
9 comentários
comentários
  1. Gosto muito da nomenclatura do jornal de que apresenta a primeira digitalização deste artigo: o "Sporting" do Porto... sintomático daquilo que vemos hoje!

    ResponderEliminar
  2. Bom dia... mais uma vez obrigado pela compilação massiva de provas que o antigo Campeonato de Portugal foi a competição que deu lugar à actual Taça de Portugal, mas aposto consigo que se o Benfica ganhar a Taça de Portugal no próximo domingo contra o Vitória de Guimarães no Jamor, as t-shirts que vão ser dadas para os jogadores vestirem vão dizer 26ª Taça de Portugal... já sabemos o que a casa gasta, vai ser certinho direitinho... enfim, que se vença a Taça de Portugal e se faça a dobradinha, o resto a história resolverá mais cedo ou mais tarde.
    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
  3. Quando é que começou a haver o tal «revisionismo»? Final dos anos 50?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro

      Sem ter ainda a certeza absoluta, por aí ou inicio da década de 60.

      1. Os jornalistas contemporâneos da alteração, em 1938, foram deixando de escrever por incapacidade ou falecimento. Perderam-se as referências e os que ficaram tinham menos conhecimento e eram menos rigorosos. E "tinham mais que fazer";

      2. Isto porque quando o Sporting CP deixa de conquistar títulos como o fez nas décadas de 40 e início de 50, começou a fazer pressão na Imprensa para que os quatro campeonatos da I Liga fossem considerados não oficiais inventando que eram experimentais e os clubes disputavam-nos por convite. Para sustentar esta mentira ao começaram a separar a I Liga da I Divisão também separaram o campeonato de Portugal da Taça de Portugal. Depois alguns jornais recuaram na questão da separação da I Liga da I Divisão mas não o fizeram em relação à Taça de Portugal. Por exemplo o jornal Record ainda numerou, em 1993/94, o 30.º título do Benfica como 27.º e mesmo em 2004/05 o 31.º como 28.º. Foi aqui que recuaram, por intervenção de três Benfiquistas com destaque para Manuel Arons de Carvalho que tinha amizade com Rui Cartaxana então com posição de destaque nesse jornal. E conseguiu que este percebesse que a FPF tinha feito equivalência, em 1938, entre as duas competições (Campeonato da I Liga = Campeonato Nacional da I Divisão) por isso não eram particulares, nem experimentais, nem por convite. Mas faltou fazer a explicação da Taça de Portugal com a veemência necessária. O azar foi o Benfica ter perdido a Taça frente ao Vitória FC Setúbal. Não permitiu avançar com insistência.

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  4. Ainda restam dúvidas, carneiros?

    ResponderEliminar
  5. Meus caros,

    Sem pôr em causa a veracidade da documentação e designadamente a notícia do jornal «Sporting», facilmente se observa que a imagem que suporta a informação é uma montagem clara.

    Cumprimentos e continuação de bom trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande lata

      Aparece com cada um na internet que parecem dois. Há gente que não nasceu foi inventada.

      Claro que foi montagem para poder colocar tantas digitalizações no blogue pois o sistema não comporta.

      Vou fazer uma digitalização desta troca de mensagens e dedicar-lhe um texto.

      Parabéns

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail